memorial descritivo de imóveis tem um importante papel para as empresas, construção civil e clientes. De acordo com a Lei 4.591/64, o documento é obrigatório. Além disso, ele é composto por um detalhamento aprofundado de todas as partes do empreendimento imobiliário.

Por isso, contar com o memorial descritivo é algo necessário e ao mesmo tempo importante. Pois, os envolvidos na obra terão conhecimento de tudo em relação ao projeto, inclusive quando ocorrerem algumas mudanças.

Já que o documento é essencial, hoje vamos mostrar a você o conceito de memorial descritivo de imóveis, qual é a sua verdadeira importância, como funciona e quais tópicos precisam estar descritos no documento.

E então, quer ficar por dentro do assunto? Acompanhe com muita atenção o nosso post!

O que é memorial descritivo de imóveis?

memorial descritivo de imóveis é a etapa anterior à execução da obra. Como foi dito na introdução deste post, ele é um documento público e exigido por lei, que deve ser elaborado como uma descrição detalhada de tudo que irá compor aquela construção. A construtora que mostra ao seu cliente o memorial descritivo de imóveis transmite seriedade e prova a viabilidade do seu empreendimento.

Portanto, o documento fornece mais segurança a você que é o consumidor final. E isso se dá, principalmente, porque as obras são passíveis de atrasos e de outros problemas relacionados à entrega. E com isso, o memorial descritivo ajuda a trazer mais confiança na relação entre o cliente e a construtora.

Qual é a importância do documento?

Além de oferecer certa segurança ao consumidor, o memorial descritivo de imóveis funciona como uma bússola para a execução da obra. Afinal de contas, é com ele que se faz o gerenciamento da execução do projeto.

O documento também permite que sejam analisados os detalhes da obra, para que todos possam visualizar como ficará o empreendimento quando finalizado. No entanto, é importante ressaltar que o memorial descritivo deve seguir os padrões de qualidade exigidos pela indústria e pela ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas).

Como o memorial descritivo funciona?

memorial descritivo de imóveis serve para relatar em texto o que está representado no projeto. Ele é um registro técnico com valor legal, quando assinado pelo profissional ou responsável técnico, assim como os laudos para regularização da construção. Ele também deve ser elaborado com base na Norma de Desempenho 15.575, criada pela ABNT e que tem como principal objetivo estabelecer parâmetros para as edificações. Entre os parâmetros, podemos citar:

  • Desempenho acústico;
  • Desempenho térmico;
  • Durabilidade;
  • Garantia;
  • Vida útil.

Quais tópicos estão inclusos no documento?

  • Localização da obra;
  • Detalhes de cada etapa da construção;
  • Informações sobre o proprietário do imóvel;
  • Detalhes sobre a alvenaria, acabamento e conceituação do projeto;
  • Normas adequadas para a realização dos cálculos;
  • Premissas básicas adotadas durante o projeto;
  • Objetivos do projeto;
  • Detalhamento de materiais empregados na obra ou no produto;
  • Demais detalhes que podem ser importantes para o entendimento completo do projeto.

Agora você já sabe como é importante o memorial descritivo de imóveis, não é verdade? Da próxima vez que você investir em qualquer imóvel, peça o documento para você ter ainda mais tranquilidade quanto às condições do apartamento ou da casa.

Quer ler mais conteúdos como este? Baixe o nosso e-book “Quer ser um expert em investimentos no Sul de MG?

Deixe uma resposta

Fechar Menu