Sempre trazemos artigos a respeito de construção sustentável, além de já termos lançado dois empreendimentos nessa linha, e uma das alternativas que sempre gostamos de salientar é a energia fotovoltaica. Essa solução tem sido cada vez mais adotada para quem deseja ter economia em casa e ainda utilizar energia de uma fonte limpa.

Mas você sabe o que é e como funciona essa opção? No artigo de hoje vamos trazer tudo o que você precisa saber sobre energia fotovoltaica. Continue lendo para entender mais sobre essa alternativa que tem ganhado espaço em diversos projetos.

O que é energia fotovoltaica

A energia fotovoltaica é uma energia limpa, produzida a partir da radiação solar. Apesar de ter uma taxa de produção maior em dias de céu mais aberto, ela também pode ser gerada em dias de clima chuvoso e/ou nublado.

Esses sistema utiliza células fotovoltaicas feitas com material semicondutor (geralmente silício), cujos elétrons se movimentam ao entrar em contato com a luz solar. É a partir desse movimento que a energia é gerada. Essa energia é mandada para um inversor fotovoltaico que é responsável por convertê-la em corrente alternada.

Quando gerada para utilização urbana, essa energia é enviada para transformadores que elevarão sua voltagem antes de ser encaminhada para as redes de transmissão. Já os sistemas residenciais são um pouco mais simples, pois já é utilizada diretamente.

Por que ter energia fotovoltaica em casa?

Agora que você já sabe como esse sistema funciona, veja alguns motivos para ter esse tipo de energia em casa.

Economia:

O sistema residencial de energia fotovoltaica é extremamente vantajoso para quem deseja economizar. Isso porque trata-se de uma energia produzida na sua própria casa. Em muitos casos, a produção desses sistemas já é suficiente para suprir grande parte do consumo energético da residência, chegando muitas vezes a uma economia de até 75% no valor usual da conta de luz. Além disso, em algumas situações em que não se consome toda a energia produzida, esta é envida à rede e então convertida em créditos para o consumidor.

Energia Limpa

A energia fotovoltaica é limpa e não poluente. Até mesmo os impactos gerados na fabricação dos painéis são controláveis. Portanto, você estará utilizando uma energia limpa, sem precisar se preocupar em estar causando algum tipo de poluição.

Disponibilidade de recurso

Esse é outro ponto chave. Com um sistema fotovoltaico não há a preocupação de haver um esgotamento do recurso sendo utilizado para gerar aquela energia. As placas fotovoltaicas são capazes de funcionar tanto com luz direta quanto com luz difusa, o que permite a produção de energia mesmo nos dias nublados e chuvosos. Além disso, no Brasil, a temperatura e a presença do sol durante boa parte do ano favorecem esse tipo de energia.

Há desvantagens no sistema fotovoltaico?

Nem tudo é perfeito, não é mesmo? Apesar de muito vantajoso, o sistema fotovoltaico pode apresentar algumas desvantagens, mas nada muito significativo.

Um dos pontos não tão vantajosos é a variação que pode ocorrer na produção. Mesmo sendo capaz de gerar energia em diversas circunstâncias, o sistema fotovoltaico rende mais em dias ensolarados. Além disso, não há produção durante a noite, o que exige uma maneira de armazenar aquilo que foi gerado durante o dia.

Outro ponto a ser analisado é a altitude. Lugares de altas e médias altitudes costumam sofrer algumas quedas na produção durante o inverno em função da disponibilidade de energia solar durante o ano, assim como locais muito nublados, que podem passar por variações de produção energética ao longo do dia.

Bom, agora você já sabe como funciona o sistema fotovoltaico, quais as vantagens e desvantagens. Se você se interessou por essa alternativa, conheça o ECO Ville, da linha ECO de empreendimentos sustentáveis a Horizonte. Você também pode gostar de ler nosso artigo “8 formas de tornar sua casa mais sustentável sem precisar de reformas”

Deixe uma resposta

Fechar Menu