Geralmente, o desejo de conquistar uma nova residência surge para marcar grandes mudanças na vida de uma pessoa. O início de uma vida conjugal, o fim da formação acadêmica, o começo de uma nova carreira, o alcance da independência financeira etc.

Vamos supor que você está prestes a se casar e, junto com seu cônjuge, decidiu comprar um imóvel na planta. Esse é um ótimo meio de conseguir a casa própria, mas, assim como qualquer outro investimento, também existem riscos além das vantagens.

Por isso, esteja atento aos detalhes que envolvem esse processo de compra para evitar prejuízos e outros problemas. Contudo, sabemos que não é tão fácil tomar todas as precauções sozinho, então elaboramos o conteúdo de hoje com o objetivo de te ajudar nessa tarefa.

Continue acompanhando para entender o que analisar antes de adquirir uma propriedade na planta!

1. Verifique os documentos do empreendimento

Por lei, todas as incorporadoras precisam registrar uma infinidade de documentos antes de comercializar qualquer imóvel na planta e em construção. Caso contrário, o comprador fica sujeito à fraude e golpes, já que a venda foi realizada irregularmente.

Assim sendo, jamais feche negócio antes de verificar se todos os documentos que envolvem o projeto em andamento estão em ordem. Para ter acesso a eles, peça à empresa uma cópia do memorial da obra.

Por via de regra, tudo o que será usado na obra deve constar no contrato. Os materiais e equipamentos que serão utilizados, o nome dos responsáveis pela obra, a aprovação da prefeitura, o cálculo preciso da área do terreno etc., precisam estar bem claros e determinados.

2. Confira a localização pessoalmente

Ter decidido comprar um imóvel na planta não justifica ignorar a localização do empreendimento. Por melhores que tenham sido as informações passadas pela incorporadora sobre os entornos da obra, nada substitui uma visita.

Então, não esqueça de reservar um dia e horário em sua agenda para conferir o local da construção. Quando estiver lá, verifique o perfil da vizinhança, a movimentação, a acessibilidade etc. Tudo que contribua positivamente para o seu futuro lar.

Também dê uma boa olhada na infraestrutura que o local e o bairro oferecem. Aspectos como a proximidade de comércio, escolas, hospitais, centros de lazer e outros serviços básicos essenciais para uma boa qualidade de vida.

3. Atente-se aos detalhes da maquete

Elaborada para atrair o olhar dos compradores, a maquete do futuro imóvel possui uma riqueza de detalhes, compostos por uma série de objetos minusciosamente trabalhados. É por essa razão que você deve tomar cuidado para não se deixar enganar pela representação da construção.

Portanto, além de prestar atenção nos ornamentos da peça, avalie questões práticas como a sua posição em relação ao Sol, suas coordenadas e, sobretudo, sua localização no mapa. Saiba que os apartamentos direcionados para o norte recebem mais luz solar do que os voltados para o sul.

Dessa maneira, você terá uma noção mais clara de como o empreendimento ficará depois de finalizado e não será pego de surpresa.

4. Leia com atenção os documentos do seguro

Ambas as partes envolvidas no processo de compra e venda de imóveis na planta precisam estar protegidas de situações como inadimplências do comprador e irregularidades da administradora. E é para isso que os documentos de seguro servem.

Contudo, alguns contratos mantêm apenas a incorporadora como beneficiária do empreendimento. Quando isso acontece, significa que você é quem terá que arcar com as taxas de indenização por atraso ou desistência da obra, por exemplo.

Por isso, tenha bastante atenção nesse aspecto para não correr o risco de ser lesado; verifique sempre se o seu nome está na cláusula de seguro antes de fechar o negócio.

Comprar um imóvel na planta é uma excelente forma de conquistar um novo lar, mas também exige muitos cuidados para evitar dores de cabeça. Mas não se preocupe; ao seguir essas dicas, certamente será capaz de fechar ótimos negócios. Basta ter certeza de que a nova moradia é aconchegante e vai te proporcionar conforto e qualidade de vida.

E então, gostou deste artigo? Caso queira saber mais sobre como escolher o imóvel perfeito para morar, não deixe de conferir esse artigo sobre automação residencial e suas vantagens para os moradores!

Mondrian - Horizonte Construtora

Deixe uma resposta

Fechar Menu