Uma das premissas do investimento em imóveis é pesquisar bastante antes de aplicar o dinheiro. Ainda mais quando tratamos do mercado imobiliário que, apesar de ser um tipo de negócio seguro e muito lucrativo, demanda atenção do investidor, já que a transição entre altos e baixos períodos no segmento é uma constante.

Além disso, é preciso analisar todos os detalhes possíveis do imóvel desejado antes de investir nele. Isso porque, aliando as diversas características e fatores que influenciam em sua valorização ao período em que o mercado se encontra, o investimento que inicialmente era promissor, pode se tornar um grande prejuízo facilmente.

Entretanto, sabemos que identificar e conferir tantos pormenores é um tanto complicado. Dessa forma, para lhe ajudar a reconhecer os detalhes que mais impactam na valorização de um imóvel, elaboramos o conteúdo de hoje. Continue acompanhando!

1. Localização

Uma boa localização é um fator que influencia diretamente no valor final do imóvel. Construções em áreas nobres, ou próximas a elas, são muito mais valorizadas e procuradas. Regiões de expansão da cidade também impactam positivamente no imóvel. Por outro lado, locais desprivilegiados são menos procurados e mais desvalorizados.

2. Planta

Dependendo de como ela seja, a planta de um imóvel é mais um ponto que pode significar a valorização ou desvalorização de um imóvel. Geralmente, as construções que serão vendidas ganham mais valor a partir da sua planta; mas, para as que serão alugadas, ela representa uma influência negativa, já que os inquilinos não poderão modificá-la livremente.

3. Espaço disponível

Outro fator chave na valorização de um imóvel é a sua metragem total. No geral, construções maiores são mais procuradas do que as menores. Entretanto, esse quesito deve ser analisado juntamente com o objetivo final da edificação; em certas situações, o melhor investimento será naquele imóvel mais compacto ao invés do mais amplo.

4. Qualidade da estrutura

Os acabamentos e a qualidade interna do imóvel também podem influenciar positivamente ou negativamente em seu potencial. Portanto, não deixe de verificar as condições das instalações elétricas, hidráulicas, tipo de material utilizado na obra, se tem móveis embutidos ou não, além das características visuais, como pintura, porcelana, azulejos etc.

5. Automação residencial

Mesmo sendo algo bem recente, a automação residencial tem se tornando um ponto decisivo na valorização de uma construção. Como a tecnologia está cada vez mais presente no dia a dia das pessoas, é lógico que ela não demoraria para se tornar um item indispensável no setor imobiliário. Assim, dê preferência aos imóveis automatizados. Com o passar do tempo, tais edificações terão muito mais valor agregado do que as que não são.

6. Documentação

Pode parecer óbvio falar da documentação, mas a verdade é que qualquer desatenção pode desencadear prejuízos enormes ao investidor. Então, verifique sempre se o imóvel desejado está com a documentação em dia. Possíveis desregularizações, além de desvalorizarem muito um imóvel, trarão bastante dor de cabeça no futuro.

7. Segurança

Independentemente da finalidade do imóvel — moradia ou comércio —, é fundamental que ele esteja localizado em uma região segura. Uma área que oferece segurança para os proprietários é, sem dúvidas, muito mais valorizada do que aquelas que apresentam qualquer tipo de risco.

8. Áreas de lazer

A existência de áreas de lazer é mais um fator que influencia na valorização da edificação, mas que também está relacionado com o objetivo final do imóvel. Por exemplo: se você pretende investir em um imóvel que servirá de moradia para famílias, uma construção com áreas recreativas é uma excelente escolha. Contudo, se ele servirá de ponto comercial, uma área de lazer só prejudicará o investimento.

9. Personalização

É comum fazer intervenções no imóvel investido para que ele esteja o mais adequado e atrativo possível na hora de revendê-lo ou alugá-lo. Entretanto é preciso muita cautela nessa hora; claro que, se feita de forma eficiente, a mudança valorizará muito a construção. Mas, a menor modificação pode resultar em sua desvalorização.

10. Garagem

Boas vagas de garagem costumam valorizar bastante um imóvel. Ainda mais numa realidade em que o transporte público não é tão eficiente. Aliás, se a construção conta com uma garagem ampla e também está próxima a vários pontos de ônibus, isso só contribui para a sua valorização.

11. Aparência externa

Por fim, mas não menos importante, uma boa aparência externa é mais um fator que valoriza um imóvel. Um visual limpo e atrativo é muito mais procurado, fazendo com que o investimento tenha retornos mais concretos. Já uma fachada descuidada, com pichações ou falta de pintura são bastante desvalorizados e evitados.

Esses são alguns dos diversos fatores que impactam na valorização de um imóvel. Outra dica que pode ajudar é contar com a orientação de especialistas no momento da pesquisa. A experiência deles reduzirá a possibilidade de você fazer um mau investimento. Quanto mais pontos você avaliar, melhor será o negócio fechado.

Agora que você já sabe o que considerar antes de investir em um imóvel, entre em contato conosco para tirar outras dúvidas ou conhecer nossos empreendimentos!

https://materiais.horizonteconstrutora.com/mondrian

Este post tem um comentário

Deixe uma resposta

Fechar Menu